17 janeiro 2006

Função Paliativa

A fantasia é o aperfeiçoamento da realidade

Bom dia rubi! Minha alegria é sempre te ter ao meu lado na hora de meu despertar. Abro os olhos e me retiro destes sonhos tão doces como quem caminha por um chão de pétalas para um quarto repleto de uma pedra preciosa.

Gosto muito quando você entrelaça suas pernas nas minhas, encosta seu seio em minhas costas e sussura ao meu ouvido que me ama.

Claro que contarei para a Rita sobre essa minha alegria. Aposto que ela vai dizer que isso é porque amo morar nesse castelinho que construí e decorei com tanto esmero pra gente. Que nada tem a ver com você, que é tudo culpa do ambiente.

Bom, deixa pra lá que já é hora de levantar para trabalhar. Mas não fique triste, tampouco, se sinta só, pois continuarei a falar com você em silêncio por onde eu for, e tudo o que eu fizer, você estará lá para ver e eu direi com meus lábios costurados: " Vê, meu amor, como sou capaz de fazer isso tão bem", e quando eu fracassar, me envergonharei diante de sua presença, pois não foi à toa que não coloquei as portas em nosso castelo e dele estendi um tapete de veludo vermelho-escuro por todo o mundo.

" Sonhos vêm, sonhos vão e o resto é imperfeito" (Renato Russo)

11 comentários:

mia disse...

não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica não sou paranóica!!!!!

:)))))))

Gracias.
B-sos dulces!

Aline disse...

Ai não...

Roubaram a Hermenegilda!

Qual o procedimento de segurança, nesse caso específico? Não tem no verso do crachá corporativo. Vou estar solicitando uma ajudinha e comprar um ativo descartável com pis e cofins.

Vem quando almoçar, hein?

Beijo

Gorípedes disse...

Hermenenrete, se eu não tivese conversado tanto com vc na vida, poderia jurar que os dedos a digitarem tal post não eram seus... Muitos menos que isso teria saído de suas tendências à bizarro-filosofia... Enfim, essa é vc ne? Sempre surpreendente...

As you know, este post me provoca muuuitas sensações pq eu me identifico e me projeto em muitas partes...

Gosto dele....

beijos

Thiago Quintella disse...

São as pesquisas em busca do amor ideal!

Tatiana disse...

lindo um amor assim. mas dura pouco.
ai,que cinismo o meu!

Gorípedes disse...

Nossa.. Li seui profile..
Quem é "Mim"... quem é "NOrma"

qdo vc vem?

ta todo mundo com saudade...

beijos

arrudA disse...

um fim absurdamente

lindo


beijo de arrudA

Valéria disse...

eu preciso aprender a "construir" as portas... ah e instala-las, bem instaladas...e com chaves. preciso!
um beijo

Danielle Ribeiro disse...

Mim é mim mesma oras ...

Já a Norma é a pessoa que mais desprezo nesse mundo ...

hehehehe ...

Beijos

Madame disse...

Singelo, sutil e quente...Adoro! beijos de mim

Doutor X disse...

ÓTima fantasia...e como está bem estruturada !