11 janeiro 2006

O lírio branco, o faz-e-diz e a pele



RA
RRRRRRRRRRESRRRRRRA
RRRRRRRRRRRRESROP
RRRRRRRRRRRTITITI
RRRRRRRRRRRCA
RRRRRRRRRRRTA
RRRRRRRRRRRVE
RRRRRRRRRRRN
RRRRRRRRRRRRESTRATOARTSBA
RRRRRRRRRRRTA
Leitura na horizontal: A estética estica a optica, cata vento - estrato abstrato, tato.

11 comentários:

Ana lost disse...

NO ultimo post o ar ficava só em cima do tal underline.. agora eu me sinto como se tivesse ar por todos os lados... Não fossem os pontos de interrogação que povoam minha mente right after reading this juro que estaria me sentindo só e abandonada. :(!!!
Só entendi uma coisa...
TITI
CA
hahaha.. é isso que sobrou na sua cabeça depois de tanto pensar... Esse, querida, nem com meses de explicação! SOCORRO... e eu ja nem sei se sinto ou nao alguma coisa.. haha

(sim, desprezei um TI, o comment é meu e eu faço o que eu quiser..rs..)


Ahh, agora a Floripedes não quer mais que meu cracha seja Verde.. falou que eu mereço um azul... well, well.. alem de nao sentir.. eu já não entendo nada... Who the hell likes corporate stuff??

Nada de Maybe pro almoço.. pó pará.. já tem uma galera querendo participar..rs

bjo-bjo

Madame disse...

Querida! Adorei sua estética poética...beijos de mim

Doutor X disse...

Minha cara amiga Danielle,

Bem interessante este seu desenho composto por palavras e te digo mais:a leitura completa foi muito mais que horizontal:foi vertical,diagonal, com uma abstração inversa no final (foi genial esta parte especialmente ao chegar no 'to' da sílaba que volta a inverter,como se um lado fosse o inverso do outro) e principalmente intuitiva...

Filosofei um pouco a imagem...gosto disto.

Considerações.

P.S - Este cálice está meio afiado numa das pontas,não? Algum sinal oculto nisto?

arrudA disse...

de fato

Gorete Fabiana disse...

Por onde anda Floripedes Renata que não mais deixa marcada sua visita neste espaço, por assim dizer, tão impar...

Nem mesmo Hermenengilda Luciana tem algo a dizer???

Fico eu a falar sozinha... o abandono cresce... o numero de pontos de interrogação cresce...

Don´t leave me alone... I am afraid of the darkness...

Love and Kisses
from
GOrete Fabiana

F. Renata disse...

Choque.

No mais, volto daquia a pouco porque preciso um para o tronco e já volto, é rapidinho, ina heartbeat.

F.R. ou Xica da Silva disse...

Hermenegilda Luciana das Dores:

Mano, de onde você tira essas paradas? Muito louco, tá ligado!
Arts - arte, em francês
Bata - tipo de roupa que não pode ser usada por pessoas demasiadamente favorecidas nas ancas (a.k. myself)
... mas não posso deixar de confessar que também pensei em TITICA.

Vai ter festinha aqui... inclusive, Gorete encontra-se nesse exato momento no mesmo andar dessa que vos fala.

Vem pra cá semana que vem, one way or another!

Beijoooooooo

Abaixo à vegetação local... disse...

Momento de desabafo.... vamos dissertar sobre a vegetação local..
Vcs sabiam que samambaia come fandangos??? De pinça..rs.. a cena é hilária... Mas definitivamente, essa espécie de planta nada tem a ver com o lugar que ocupa... Sequer cumprimenta as pessoas... Hora dessas nos encontramos no elevador... o destino era o mesmo.. samambaias comem fandangos, falam ingles, porem são incapazes de um singelo "OI".. Ai que isso me irrita...


Sobre o post bizarro...
Sabe que eu nao tinha notado que isso era um cálice (haha.. eu sei os segredos ocultos..rs)...
Mas de bata eu gosto, apesar das ancas...rs
Nao falo frances....rs
Mas se vc tivesse escrito EXTRATO, eu iria me lembrar do banco.. e iria ficar triste.. ou entao de TOMATE... dai iria ficar com fome..
Tambem nao consigo entender como é que a estetica estica a optica...
Mas ABSTRATO define perfeitamente o post... e o blog.. e o seu cérebro de pensamentos helicoidais...

Sua presença aqui na próxima semana é MANDATORY....
bjo-bjo

Dora W disse...

phoda.

quero um pra mim.

Danielle Ribeiro disse...

Ana ... segue uma breve tentativa de explicação...
Este post faz referência a alguns instrumentos da percepção humana ... o lírio branco .. devido ao seu perfume ligou-se à noção do amor romântico e gerou o lirismo .. daí uma estética que estica a ótica ... apenas uma flor que liga-se a um conceito e nos faz "mudar" a visão em torno de nossos relacionamentos ...
A percepção aferida de algo feito por alguém é o cata-vento... palavras que se fundem no ar ... o estrato abstrato ... tem sentido o ar ser o solo aqui ... pois é a base ...
O Tato não mente .. nunca ... é a raiz ...
ah .. tb não dá para explicar todas as minhas pirações na hora de fazer algo assim ... viaja ai um pouco ... beijos ;-) ....

Gorete Luciana disse...

Mon cherrie... Eu teria de viajar demais pra conseguir entender a fundo esse post e até mesmo vossa explicação à cerca do que quis dizer cada um desses símbolos...

Vou mesmo ficar a admira-lo, com cara de quem entende td mas que no fundo nao tem a menor idéia do que se passou na sua cabeça no momento em que escreveu essa coleção de palavras de maneira estranha...rs..

Afinal, estou sempre a trafegar entre o céu (ar) e a terra (oh Lua que me atrapalha a vida).. pena é que qdo eu to no ceu, vc está na terra... e qdo eu to com os pés no chão vc resolve escrever praqueles que vivem a voar...

Acho que é por isso que lhe amo..rs.. pq eu nao te entendo....

bjo-bjo.
Saudade...

Ja decidiu qdo vem almoçar aqui?